Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

A happy New Year

Andei esses dias entre o Natal e Ano Novo sem idéias de texto para postar aqui. Mas hoje já começaram a surgir coisas mirabolantes. Só que essas ficam para o ano que vem.Quero desejar a todos um FELIZ 2009!Menos promessas que não serão cumpridas, e mais atitude para mudar de verdade!

Jingle Bells

Supere as mágoas.Supere os mesquinhos.Supere as dívidas que você contrai no Natal.Supere aqueles que enchem a cara e vivem o Natal como se fosse um feriado destinado à zona.Supere as propagandas de TV que distorcem o verdadeiro sentido do Natal.Supere o teor consumista que anexam à imagem de Papai Noel.Supere o seu vizinho que coloca funk alto no Natal. Supere os que arrumam confusão no Natal.Supere as ceias sem oração.Supere aqueles que não desejam bons votos à ninguém.Supere você mesmo.Eu sei que vemos coisas ao nosso redor que muitas vezes nos fazem desacreditar e perder o espírito natalino. Mas esqueça essas influências externas. Não caia nessa. Comece um Natal verdadeiro dentro de você. Sinta a alegria de vivenciar essa data. Não desperdice esse momento. Não banalize o seu Natal. Cada ano é único. Cada gesto, mesmo que repetido todos os anos, é único. Não tenha medo de parecer clichê. Você não estará sendo. Portanto sorria, ore, agradeça, abrace, declare-se e renove-se.Desejo a t…

A periquita

Quero postar com frequência nessas férias. Segue abaixo um conto, nascido das profundezas da minha imaginação insana.Aconteceu no interior de Minas Gerais. João Alface estava arando parte do seu terreno para uma futura plantação de mandioca, quando de longe, sua filha de 15 anos, Mariazinha, aparece correndo em sua direção aos prantos e berros.- Papai, um moço da cidade grande mexeu na minha periquita!João diz, espantado e em voz alta:- Má cumé qui é?- Sim, papai! Ela estava agitada, aí fui até esse moço, porque dizem qui ele poderia arresorvê o pobrema.João então, nervoso, dá um tapa na cara de sua filha, e diz:- Sua assanhada, filha duma égua! Me conta agora sua safada, o que ele fez com você!?Mariazinha, gritando:- Buáá, ele nem deixô eu falá muito! Já foi logo colocando os dedos dele.- Ara, cabra desgraçado! Aparpar dessa maneira um ser inocenti. Mar bem feito! Quem manda ficar agitada!- Ah, papai, mas eu tô tão triste! Buáá! Ele depenou ela todinha!- Depenou!!?- Todinha. Ela est…

Engenharia Eletrônica, uma sociedade insustentável

Sabe quando você está em uma praça, comendo alguma coisa, e você joga um pedaço da sua guloseima no chão, e então surgem pombos de todos os lados disputando a migalha? Pois é mais ou menos isso que ocorre quando entra uma mulher em um curso de engenharia. E olha que ela às vezes ela não precisa ser bonita... e nem solteira. Claro que, dependendo da habilitação (mecânica, petróleo etc), a coisa acontece com mais ou menos intensidade. Mas o fato é que, baseado em uma pesquisa que me custou 10 minutinhos, pude quantificar o mal que paira sobre todos os rapazes da engenharia, e mais especificamente, da eletrônica: a falta de seres do sexo feminino no curso.Vamos à matemática. É óbvio supor que a distribuição normal seria 50% de homens e 50% de mulheres na turma, talvez com uma margem de 10% para mais ou para menos. Pois, se o máximo considerado normal for 60% de homens contra 40% de mulheres em uma turma, a tabela abaixo mostra então resultados nada equilibrados. Avaliei a distribuição de…

Músicas de arrepiar

Existe uma coisa que me amarro em fazer, e faço: cantar! E existe também uma coisa que não sei fazer muito bem: cantar!Essa irritante combinação já me fez perder muitos amigos. Brincadeirinha! Mas já foi motivo para eu levar alguns esporros do tipo "cala essa boca, infeliz!". E é geralmente quando ouço coisas desse tipo que me dá mais vontade de cantar. Acho que sou irritante por natureza. Mas tem gente que gosta de mim, ou me atura, então tá bom né :PEntretanto, existe uma coisa que gosto mais de fazer do que cantar: ouvir música. E ando fazendo isso com cada vez mais freqüência (o trema vai cair ano que vem, graças a Deus), devido ao advento dos mp3 players, iPods etc. E acho que isso tem afetado os meus ouvidos. Descobri recentemente que não ouço ondas sonoras de 15KHz para cima. Eu e meus amigos da faculdade estávamos no laboratório de Eletrônica IV, e colocamos o gerador de ondas para gerar uma frequencia (chega de trema!) de 15KHz. Todos estavam ouvindo um agudo baixo …